Informativo sobre o atendimento no INSS

Informativo sobre o atendimento no INSS

Devido incêndio que ocorreu no edifício que sedia a APS Guarulhos na noite de sexta-feira de carnaval, 28 de fevereiro de 2014, o atendimento do INSS está um verdadeiro caos.

Em razão do ocorrido a defesa civil interditou três andares do lado direito do prédio, incluindo o setor de atendimento da APS, o que vem dificultando em razão das condições há prestação de atendimento à população, e aos advogados.

Em primeiras notas, a gestão informou que retomariam as atividades normalmente na segunda-feira, dia 10 de março.

Importante rememorarmos que o normalmente, nesse caso específico significa dizer, voltaria a prestar atendimento com o mínimo de funcionários trabalhando no rescaldo da APS, outra parte de seus servidores relocados a APS Pimentas, e outros para a superintendência.

Diante dessa situação o que era RUIM ficou MUITO PIOR.

O Espaço reduzido, somado aos velhos problemas no atendimento apenas estão agravados, não estão agendando mais nenhum serviço nessa APS, não estão implantando tutelas e benefícios, porque não como prestar serviço nenhum.

Tampouco manter os direitos que nos foram garantidos pelo Mandado de Segurança que fora proposto pela Instituição OAB Guarulhos, quais sejam: vista a processos administrativos aos advogados; e a manutenção de guichê exclusivo para prestação de serviços aos advogados.

Quem frequenta a APS de Guarulhos, sabe que o atendimento tem lá suas dificuldades, esbarramos em alguns “egos”, mas, não podemos omitir que antes do incêndio, mantinham o atendimento exclusivo para nós advogados. Um atendimento de péssima qualidade e de má vontade, mas disponibilizavam um guichê e um funcionário para essa finalidade, além de carga, vista de processo balcão, etc. etc. etc… que em outras APS não se tem.

A APS Guarulhos é uma das maiores em número de atendimento de todo o país e o incêndio mitigou as condições de estar atendendo à população, os advogados pelo caos que tomou todo o prédio.

Diante da situação a Comissão de Seguridade Social, buscou esclarecimentos aos problemas apresentados, e a APS Guarulhos pediu um prazo de 60 dias para regularizar de fato os atendimentos.

Assim, agradecemos a compreensão de todos os colegas, pedindo que procurem a Agência mais próxima, e/ou ingressem JUDICIALMENTE com as medidas cabíveis.

Fábio de Souza Santos
Presidente da 57ª Subseção de Guarulhos

Tatiana Conceição Fiore de Almeida
Presidente da Comissão de Seguridade Social e Previdência Complementar

Compartilhe este artigo:

Newsletter da
OAB Guarulhos

Receba novidades, agenda de palestras e eventos da OAB Guarulhos por e-mail!
CADASTRE-SE