Nota de Repúdio

Nota de Repúdio

A Comissão da Mulher Advogada da OAB Guarulhos vem manifestar o seu repúdio em relação ao caso Mariana Ferrer, especialmente no que diz respeito à condução da audiência, totalmente desrespeitosa em relação à vítima.

Independente de quaisquer questões técnicas que tenham impulsionado a conclusão do magistrado e opiniões doutrinárias sobre o deslinde do feito, o que não se pode admitir é a adoção de uma postura ofensiva e machista que culpabiliza a mulher, tentando macular sua honra. As imagens da audiência circuladas nas redes sociais são cenas de humilhação e terror. Não se pode permitir que, sob o manto da defesa do réu, lance mão de artifícios ofensivos, inescrupulosos e desumanos. Menos ainda há que se admitir a omissão do representante do Judiciário, a quem competiria a pacificação social, ou daqueles que deveriam atuar como fiscais do cumprimento da lei e, principalmente, de quem deveria acolher e defender a vítima. A complacência machista se fez presente e contra ela nos unimos e reagimos.

As mulheres advogadas de Guarulhos estão atentas a qualquer forma de violação aos direitos humanos das mulheres e atitudes desta natureza não toleraremos em nenhuma hipótese!

Comissão da Mulher Advogada da OAB Guarulhos

Compartilhe este artigo: