Nota de repúdio

Nota de repúdio

A OAB Guarulhos, por meio de suas Comissões da Diversidade Sexual e de Liberdade Religiosa, repudiam as ofensas proferidas pela Pastora e cantora Gospel Ana Paula Valadão, que afirmou que a AIDS é consequência da Homossexualidade.

Em fala preconceituosa, retrograda e, demonstrando total desconhecimento no assunto, Ana Paula Valadão atinge toda a coletividade da comunidade LGBTI+, e principalmente a dignidade das pessoas que vivem com HIV/AIDS, colocando-as como responsáveis pela proliferação de um vírus.
A Ordem dos Advogados do Brasil 57ª Subseção Guarulhos é contrária a manifestações que incitem a perseguição e violência contra pessoas em razão da sua orientação sexual, identidade de gênero, cor, religião, deficiência, enfermidade entre outros, repudiando tais condutas, que constituem uma grave afronta aos direitos humanos.

Reconhecemos a sacralidade dos dogmas religiosos, respeitando o significado das crenças para os fiéis de cada segmento, todavia, entendemos, à luz do direito, que estas não podem e não devem servir, sob nenhum pretexto, de fundamento para ataques aos não seguidores, principalmente, se valendo de informações e dados inverídicos hábeis a fomentar o preconceito e a intolerância.
A construção de uma sociedade igualitária, livre de qualquer forma de discriminação, é uma tarefa de todas e de todos e sempre será objetivo norteador de nossa Subseção.

Comissão da Diversidade Sexual da OAB Guarulhos
Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB Guarulhos

Compartilhe este artigo: