Vinte e cinco anos do Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil

Vinte e cinco anos do Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil

Em todo Brasil há mais de 1 milhão de Advogadas e Advogados inscritos, o que demonstra a grandeza da Ordem dos Advogados do Brasil e sua significância no cenário nacional.

A Constituição Federal por meio do artigo 133, coloca a Advocacia como indispensável a administração da Justiça, logo, atribui a nossa profissão tamanha importância, uma vez que nenhuma outra carreira jurídica tem similar reconhecimento.

A Advocacia é o garante da Constituição Federal, e, na prática, quem exerce tal garantia é você, Advogada e Advogado, que no exercício profissional privado, presta serviço público e tem imprescindível função social.

Nós temos acesso onde o Estado não consegue penetrar. Estamos ao lado do cidadão, buscando sempre que seus direitos e garantias sejam preservados, protegendo toda sociedade das arbitrariedades estatais.

Neste mês, em 04 de julho, completa-se vinte e cinco anos do Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil, Lei Federal nº 8.906 de 04 de julho de 1994, que regulamenta nossa profissão e que nos dá as ferramentas de trabalho para o exercício pleno da Advocacia.

É bem verdade que sempre somos surpreendidos com violações do exercício profissional, e, não poucas vezes nos deparamos com situações que ferem brutalmente a cidadania.

Entretanto, estamos evoluindo e o Estatuto está a cada dia se consolidando perante o cenário jurídico, e tal consolidação é a prova de que o Estado Democrático de Direito está cada vez mais se fortalecendo, e a Advocacia, sem sombra de dúvidas, colabora com tal situação.

A Ordem dos Advogados do Brasil exige respeito à imprescindibilidade constitucional da Advocacia. Lá atrás, nunca podemos esquecer, quando da criação do Conselho Federal, e, antecedendo a OAB, foi criado o Instituto dos Advogados Brasileiros com o fim de discutir a regularização da profissão da advocacia. Nessa época de transição, levou-se cerca de 90 anos para criação da Ordem, situação que denota claramente a resistência para a vinda de uma instituição democrática e garantidora da sociedade.

Hoje já se vão mais de 90 anos da existência da OAB, que a cada dia se consolida como garantidora da Constituição Federal, entretanto, muita coisa ainda precisa ser feita, e, você Advogada e Advogado, deve ser protagonista, e deve buscar sempre o respeito e cumprimento do Estatuto, que é a ferramenta para o exercício pleno da profissão.

A Ordem dos Advogados do Brasil forte consolida uma sociedade mais justa e igualitária.
Viva a Advocacia, viva o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil.

Compartilhe este artigo: